Sobre

Até ao século XVIII, a colónia britânica do Porto procedia aos enterramentos na margem do rio Douro, com a maré baixa. Depois de muitas negociações, em 1788, o cônsul John Whitehead conseguiu adquirir um terreno para a construção de um cemitério digno, com a condição de possuir uma cerca com altos muros. No entanto, só a partir dos anos 20 do século XIX recebeu os seus primeiros monumentos. Cemitério de cariz romântico, tem entre os seus ocupantes muitas das conhecidas famílias estrangeiras ligadas ao comércio do Vinho do Porto. Destacam-se os mausoléus de Eduardo Moser, do cônsul John Whitehead, de Feuherheard, Kebe, Jebb e Brindle e as pequenas estelas do barão de Forrester e da família Katzenstein. Dado se encontrar encerrado ao público é necessário tocar à campainha, de preferência entre as 9h00 e as 16h00.

Como chegar

Galeria

Localização

{{ address }}

Pontos de Interesse Próximos

Galeria Presença
Centros de exposições & Galerias de arte
Torre de Pedro Sem
Monumentos
Galeria de São Mamede
Centros de exposições & Galerias de arte
Por Amor à Arte Galeria
Centros de exposições & Galerias de arte

Veja mais

Informação Adicional

Zona
  • Boavista
Tema
  • Museus & Património
  • Arquitetura
Tempo médio de visita
  • 20m
  • Morada
    {{ address }}
  • Detalhes
    {{ telephone }}
    {{ email }}
  • {{ author }}

    2020-06-30