Sobre

Conhecida documentalmente desde o séc. XV, a torre pertenceu aos descendentes de Pedro do Sem, chanceler do rei D. Afonso IV, passando, depois, para um ramo dos Brandões, que a venderam à Mitra do Porto.
Apesar das múltiplas adulterações por que passou, a torre mantém um figurino geral medieval.
Em 1919, o imóvel foi adquirido pela Diocese do Porto, que aqui instalou o seu paço episcopal.
Em 1986, a torre foi adaptada a área residencial da diocese, por projecto do Arquitecto Abrunhosa de Brito, transformando-se integralmente toda e qualquer estrutura medieval ou moderna que, à época, ainda subsistisse. O edifício alberga, presentemente, a Fundação SPES.

Como chegar

Galeria

Localização

{{ address }}

Pontos de Interesse Próximos

Galeria Presença
Centros de exposições & Galerias de arte

Veja mais

Informação Adicional

Zona
  • Boavista
Tema
  • Museus & Património
Segmento
  • Casais
  • Famílias
  • Jovens
  • Seniores
Tempo médio de visita
  • 20m
  • Morada
    {{ address }}
  • Detalhes
    {{ telephone }}
    {{ email }}
  • {{ author }}

    2019-06-18