Já inaugurou a exposição coletiva “Histórias com amanhã – uma cartografia solidária da relevância das galerias do Porto”, comissariada por Miguel von Hafe Pérez. Faça o seu roteiro e visite os diferentes espaços até dia 5 de junho.


Este é apenas o resultado visível do primeiro momento de apresentação do projeto “Situação 21”, um trabalho colaborativo entre seis galerias da cidade, promotoras da iniciativa, em coprodução com a Câmara Municipal do Porto.


Entre a Rua de Miguel Bombarda, Rua da Restauração, Calçada de Monchique (Miragaia) e a Rua da Alegria há seis exposições para descobrir: “Contemporâneos” (curadoria de Andreia Garcia) na Galeria Fernando Santos, “Os conviventes” (curadoria de Pedro de Llano) na Galeria Nuno Centeno, “We Want Electricity” (curadoria de Susana Lourenço Marques) na Galeria Pedro Oliveira, “Pontas duplas / Split ends /” (curadoria de Aida Castro) na Galeria Presença , “Ária do encanto – uma flor que talvez não distinga o céu e a terra” (curadoria de Luís Pinto Nunes e Luís Albuquerque Pinho) na Galeria Quadrado Azul , e “Uteropias” (curadoria de Samuel Silva) na Kubikgallery.


Rui Moreira percorreu estes espaços, acompanhado por Guilherme Blanc, diretor artístico do Batalha Centro de Cinema. Também o comissário da exposição coletiva, Miguel von Hafe Pérez, juntou-se na visita às galerias, onde os curadores das diferentes exposições ligadas em rede por este projeto comum apresentaram os respetivos trabalhos.


Criado numa conjuntura social e económica particularmente desafiante, “Situação 21” pretende sublinhar a importância do trabalho desenvolvido pelas galerias, enquanto motores de inovação, produção e criatividade e agentes decisivos de internacionalização dos artistas nacionais, realçando ainda a pertinência da sua ação num sentido prospetivo.

Mais artigos

  • Câmara Municipal do Porto


    Atualizado pela última vez 2021-04-16