O convite promete “ambiciosas experiências visuais e sensoriais que transportam o visitante em diferentes perceções entre o real e o imaginário”. São 24 instalações a iluminar os três quilómetros de caminho por este “Serralves em Luz” para visitar todas as noites desde esta quinta-feira e até 17 de outubro.


Esta exposição ao ar livre oferece, segundo a Fundação Serralves, “uma atmosfera mágica, dando a descobrir deslumbrantes novas perspetivas em torno deste notável património natural e arquitetónico”.


Os efeitos são conseguidos através de várias fontes de luz como o LED, o halogénio, o hmi, o laser ou o vídeo e envolvem cor, som e efeitos visuais para ver o parque de uma forma muito diferente da habitual.


“As instalações luminosas transformam o espaço em ambientes imersivos que nos transportam para as diferentes estações do ano, que permitem a conexão com diversos elementos naturais do Parque de Serralves – como a água ou a vegetação - e que nos levam a experienciar, de uma forma original, manifestações luminosas da natureza como o sol, a lua, os reflexos, o arco-íris ou as auroras boreais”, explica a Fundação.


O desenho de luz é criado por Nuno Maya, co-fundador e diretor artístico do LUMINA Festival da Luz, considerado pelo jornal britânico The Guardian como um dos "Top 10 European Light Festivals", e responsável pelo Porto Legends, na Alfândega do Porto.


O Serralves em Luz incluiu ainda visitas orientadas e workshops de fotografia, “que complementa e realça a vivência das diferentes dimensões em presença: luz, natureza, arte e arquitetura”. Os bilhetes custam 12,50€ ou 10,50€, para crianças dos 4 aos 11 anos, estudantes, seniores ou pessoas com mobilidade reduzida.

Mais artigos

  • Câmara Municipal do Porto


    Atualizado pela última vez 2021-08-05