Depois de meses com concertos apenas nos canais digitais, no dia 24 de abril a Porta-Jazz volta a apresentar um espetáculo presencial no espaço exterior da sua sede. Pelas 11h00, a pianista Clara Lacerda e o contrabaixista Romeu Tristão mostram ao vivo o seu mais recente projeto, fruto do confinamento.


Os sábados portuenses voltam a ser dias de concertos de jazz ao vivo. A associação Porta-Jazz volta a promover atuações na sua sede, para já não à hora habitual, 19h00, mas sim de manhã.


O primeiro espetáculo da retoma terá um duo nascido à distância, entre Famalicão e Setúbal, durante a primeira quarentena, em março de 2020. A união de Clara Lacerda e Romeu Tristão assenta no amor pela música do pianista Hank Jones e do contrabaixista Charlie Haden, em concreto o seu álbum em conjunto “Come Sunday”.


Após um ano a explorar o universo de Jones e Haden, o cancioneiro de Duke Ellington e interpretações de Thelonious Monk, Marian Anderson, Mahalia Jackson e Nat King Cole, a jovem dupla preparou um concerto com uma nova perspetiva sobre alguns hinos, espirituais e canções-folk, baseado na improvisação, redescoberta e cumplicidade entre o seu piano e contrabaixo.


O concerto no Quintal Porta-Jazz tem uma doação sugerida de cinco euros (três para sócios).

Mais artigos

  • Ágora - Cultura e Desporto do Porto


    Atualizado pela última vez 2021-04-22