O Viaduto das Andresas foi premiado nos Global Future Design Awards 2020, na categoria de Design Urbano, 16 anos após a sua conceção, no âmbito do Euro 2004.


Integrada no âmbito da competição de futebol europeia e das acessibilidades ao Estádio Bessa XXI, a execução do Viaduto das Andresas, da autoria do arquiteto Manuel Ventura, conquistou o primeiro lugar na categoria de Design Urbano, nos prestigiados prémios internacionais.


O projeto de arquitetura, que se tornou num dos símbolos do crescimento da cidade e um marco do contínuo melhoramento das acessibilidades numa malha urbana em desenvolvimento, cumpriu uma outra importante função, ao completar o traçado da Avenida do Bessa, projetada nos anos 90 pelo mesmo arquiteto, Manuel Ventura, que lidera o gabinete Ventura + Partners, com sede no Porto.


À data, a infraestrutura viria também a ser pioneira pela nova metodologia de montagem, testada pela primeira vez em Portugal. "De modo a diminuir o tempo de execução e a causar o mínimo impacto sobre o normal funcionamento da VCI, a estrutura de 900 toneladas de aço foi montada peça por peça (...) e posicionada no local durante a noite, em apenas duas horas", informa o gabinete em comunicado.


Organizada pelo portal de arquitetura Architecture Press Release, a competição Global Future Design Awards tem como objetivo reconhecer ideias que redefinem a arquitetura através da implementação de novas tecnologias, materiais, programas e estéticas, focando-se em temas como a globalização e a revolução digital.

Mais artigos

  • Câmara Municipal do Porto


    Atualizado pela última vez 2020-10-07