Dia 1

Paço do Bispo
Parece ter sido construído no séc. XIII, embora possa assentar numa construção anterior. Em 1737 foi remodelado sendo as transformações atribuídas a Nicolau Nasoni. A fachada principal é aberta por um arco pleno ladeado por pilastras e rematada por um frontão guarnecido. A janela central tem uma balaustrada de pedra e no frontão, que excede o entablamento, vê-se as armas do Bispo D. Rafael de Mendonça. As fachadas laterais apresentam igualmente janelas emolduradas com aparatosos frontões. Faça a visita virtual através do link: http://www.diocese-porto.pt/visitavirtual/ Visita acompanhada por um guia em papel (desdobrável) nos idiomas Português e Inglês.

Custo

3 €
Construção do século XII/XIII, em estilo românico, foi sendo alvo de ampliações e renovações ao longo dos tempos até à sua alteração final, numa reconstituição idealizada da catedral medieval, já no século XX. Destaca-se: do século XIV, de estilo gótico, o claustro e a Capela de São João Evangelista; a ampliação da capela-mor, a Capela do Santíssimo Sacramento e seu altar de prata, do século XVII, ao estilo maneirista; do barroco, século XVIII, os frescos da capela-mor e a sacristia, da autoria de Nicolau Nasoni, bem como os azulejos do claustro, de Vital Rifarto; já do século XIX, a escultura de Teixeira Lopes (pai) na Capela Batismal. Igreja: Abr-Out Seg-Dom: 09:00-18:30 Nov-Mar Seg-Dom: 09:00-17:30 Claustros: Abr-Out Seg-Dom 09:00-18:00 Nov-Mar Seg-Dom 09:00-17:00 Encerra: Natal, Domingo de Páscoa

Custo

3 €
Casa-Museu Guerra Junqueiro
Casa-Museu Guerra Junqueiro, Museu de Artes Decorativas. Erguida no antigo burgo medieval, a casa setecentista de estilo barroco portuense, apresenta importantes coleções de artes decorativas nacionais e estrangeiras que abrangem períodos compreendidos entre o século XV e XIX. Abílio Manuel Guerra Junqueiro foi escritor e poeta, coleccionador, político, viticultor, cientista e pensador. As suas coleções de artes decorativas resultam da doação feita por Maria Isabel Guerra Junqueiro e sua mãe à Câmara Municipal do Porto, de aquisições e de um depósito suplementar das doadoras. A coleção de escultura e parte da coleção da arte do metal constituem um depósito suplementar do Museu Nacional de Arte Antiga, resultam do legado do Poeta a este museu nacional.

Custo

2.2 €
Igreja de Santa Clara
Fechado Temporariamente para obras Edifício de origem gótica, cujo interior foi revestido a talha dourada, na primeira metade do século XVIII. A construção data da primeira metade do séc. XV. Sofreu alterações na época moderna, altura em que foi edificado o belo portal renascentista. Verdadeira jóia do Barroco, impressiona pela sua exuberância decorativa.

Custo

0 €
Igreja da Venerável Irmandade de Nossa Senhora do Terço e Trindade
A sua construção teve início no ano de 1759, desconhecendo-se o autor do projecto. A igreja apresenta uma fachada em granito, com elementos rocócó e um grande óculo ovalado. O seu interior está decorado com estuques e talha.

Custo

0 €
Igreja de Santo Ildefonso
Edificada entre 1709 e 1739. A fachada está revestida com azulejos de Jorge Colaço representando cenas da vida de Santo Ildefonso e alegorias da Eucaristia. No interior pode ver-se um retábulo em talha barroca e rococó da primeira metade do século XVIII, com o risco de Nicolau Nasoni.

Custo

0 €
Igreja de Nossa Senhora da Esperança
Em 1746 é iniciada a construção da Igreja, segundo projecto atribuído por alguns a Nicolau Nasoni. O interior apresenta diversos retábulos em talha, de estilo barroco.

Custo

0 €

Dia 2

Igreja da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo
Igreja construída na segunda metade do século XVIII, é um dos edifícios mais notáveis do rococó portuense, tanto na arquitectura como na talha que lhe molda o interior. A sua fachada lateral foi coberta em 1912 com um painel de azulejos, onde estão pintados desenhos da autoria de Silvestre Silvestri. São composições figurativas alusivas ao culto de Nossa Senhora. Edifício classificado como monumento nacional.

Custo

3 €
Igreja dos Clérigos
Obra barroca, da autoria de Nicolau Nasoni, construída na primeira metade do século XVIII, entre 1732 e 1749. A igreja, de invulgar planta oval, tem o seu interior decorado por talha dourada em estilo joanino. Destaca-se o retábulo da capela-mor, em estilo rococó, composto por mármores de quatro cores. Nasoni soube conjugar genialmente o granito, a mármore e a talha dourada, tornando a Igreja dos Clérigos, e todo o conjunto arquitetónico, num dos mais belos templos de feição barroca, e uma referência na história da cidade do Porto. Atualmente continuam a ser realizadas cerimónias religiosas, assim como eventos culturais, como por exemplo concertos de órgão, orquestras e coros.
Torre dos Clérigos
Obra barroca, da autoria de Nicolau Nasoni, construída na primeira metade do século XVIII. A Torre é um dos monumentos mais emblemáticos da cidade do Porto. A vista panorâmica sobre a cidade e o rio Douro, que se alcança do alto da Torre, vale bem o esforço de subir a escadaria com cerca de 240 degraus. Aproveitando os recentes trabalhos de renovação e reconversão de um dos mais prestigiados edifícios da cidade do Porto, apoiados num projeto que cedo resolveu os constrangimentos de acessibilidade do complexo, foi instalado de um posto de perceção multissensorial que simulasse a experiência de subida à Torre do Clérigos, acessível e disponível a todos os visitantes. Presente no edifício dos Clérigos encontra algum do Acervo da Irmandade e a Coleção dos Christus, onde pode fazer uma viagem pelo tempo e pelo espaço, onde a arte e a religião se complementam.

Custo

6 €
Igreja Privativa da Santa Casa da Misericórdia do Porto
A igreja começou a ser construída aproximadamente em 1550 ao estilo renascentista. Na capela-mor, que apresenta, atualmente, um retábulo neoclássico, foi utilizada a mesma solução utilizada no Mosteiro dos Jerónimos, mas de dimensões mais reduzidas. Em 1740 a igreja ameaçava ruína, tendo sido os desenhos de Nicolau Nasoni os escolhidos para a nova fachada do edifício, entre os de vários especialistas. A fachada carateriza-se pelo virtuosismo da sua decoração. O interior do templo, apesar do aditamento decorativo barroco, nomeadamente no arco triunfal e à volta da cornija, mantém a austeridade que carateriza a arquitetura maneirista.

Custo

0 €
Palácio de S. João Novo
Casa apalaçada, construída no séc. XVIII, em estilo barroco, quase encostada à Muralha Fernandina. Há quem atribua o seu desenho a Nicolau Nasoni, mas tal facto não está provado. O edifício serviu de habitação a ilustres famílias do Porto, como evidencia o brasão em granito colocado sobre a porta principal. Já funcionou como hospital militar para as tropas liberais na altura do Cerco do Porto, como Tipografia Comercial Portuense e como Museu de Etnografia e História. Devido a sinais de degradação potenciados por um incêndio ocorrido em 1984 o Palácio encontra-se encerrado desde 1992.

Custo

0 €
Igreja Conventual de S. Francisco de Assis
Principal templo em estilo gótico existente na cidade, cuja construção se iniciou no século XIV. É uma das mais importantes obras do Barroco, pelo seu interior em talha dourada, dos séculos XVII e XVIII. Foi a exuberância de dourado que levou o Conde de Raczinsky, a descrevê-la como a «igreja de oiro». E, deslumbrado acrescenta: «A talha desta igreja é de uma riqueza e de uma beleza que ultrapassa tudo quanto vi em Portugal e em todo o mundo». De destacar a Árvore de Jessé, bem como o Cemitério Catacumbal. É Monumento Nacional desde 1910 e Património Cultural da Humanidade - UNESCO desde 1996. Nov-Fev 09h00-18h00 Mar, Abr, Out 09h00-19h00 Mai-Set 09h00-20h00 Encerrado: 25 dez

Custo

7.5 €
  • 24.7 €
  • Turismo do Porto


    Atualizado pela última vez 2020-01-07

Mapa

Planeie a sua viagem

Chegada

Dotada de uma rede de acessibilidades em franca expansão é possível chegar facilmente à cidade de avião, autocarro, automóvel, barco, comboio ou metro.

História

O Porto é um dos destinos turísticos mais antigos da Europa e a riqueza do seu património artístico, o Vinho do Porto, os vastos espaços dedicados ao lazer e a sua vida cultural são apenas alguns dos motivos que convidam a visitar a cidade.

Informação Prática

Aqui encontra alguns dados essenciais sobre o Porto, bem como a referência a vários serviços públicos e privados disponíveis.

Deslocar-se

É fácil deslocar-se nos limites da cidade com recurso aos transportes públicos ou em viatura própria ou alugada.

Tudo o que precisa de saber