“Algo mudou na forma de vermos cinema antes e depois da pandemia”. Quem o diz é Dario Oliveira, diretor da mostra de cinema que em 2022 se debruça sobre questões associadas à saúde mental, tomando a Neurodiversidade como tema central. O programa da nona edição do Porto/Post/Doc, dá a conhecer um “olhar transversal sobre o cinema contemporâneo e as obras de cineastas que têm vindo a marcar a história do cinema”. Acontece de 16 a 26 de novembro por diversas salas da cidade.  


Está lançado o programa final da edição 2022 do Porto/Post/Doc, grande mostra internacional de cinema que soma já nove edições. Um total de mais de cem filmes marcarão os dez dias do festival, propondo um olhar transversal sobre o cinema contemporâneo e as obras de cineastas que têm vindo a marcar a história do cinema. Destaque especial para as oito longas-metragens que integram a competição internacional do certame, num olhar panorâmico sobre questões políticas e sociais que marcam a atualidade. Tais como os filmes de Adnane Baraka (Fragments from Heaven), Antoine Cattin (Holidays), Claudia Müller (Elfriede Jelinek - Language Unleashed), entre outros.  


Outro dos destaques recai sobre a grande abertura, a acontecer no Coliseu Porto Ageas, ao som de “Hallelujah: Leonard Cohen, A Journey, A Song”, filme de Daniel Geller e Dayna Goldfine sobre a histórica canção de Leonard Cohen. O filme integrará ainda a competição Transmission, secção focada em música e movimentos culturais, onde se mostrarão, entre outros, Na Sombra (documentário sobre Véspera, o mais recente disco dos Clã), Sonic Fantasy (filme sobre a gravação de Thriller de Michael Jackson), Meet Me in The Bathroom (que visita a história da criação da DFA Records e de bandas como os LCD Soundsystem, The Strokes ou Yeah Yeah Yeahs), Viagem do Rei (uma viagem ao universo criativo de Rui Reininho) e God Said Give 'Em Drum Machines (sobre os fundadores do techno de Detroit). A cerimónia de entrega de prémios contará com a exibição de All the Beauty and the Bloodshed, filme de Laura Poitras sobre a artista e ativista Nan Goldin. 


A esta secção juntam-se 16 outros programas e focos. Entre eles, Cinema Falado, que reúne obras produzidas em países lusófonos; Cinefiesta, secção que conserva a longa relação do festival com o cinema espanhol; e Cinema Novo, em colaboração com o Canal 180, para dar espaço a curtas-metragens realizadas por estudantes de instituições portuguesas e consequentemente descobrir novos talentos. 


A edição 2022 do Porto/Post/Doc contará ainda com uma secção infanto-juvenil (School Trip), com propostas direcionadas a escolas e famílias, a tradicional competição Cinema Novo (com filmes de escola), assim como uma dimensão Industry, direcionada a profissionais nacionais e internacionais do setor. De volta estão também as sessões de cinema imersivo no Planetário do Porto, assim como o programa focado em novos talentos do cinema europeu (este ano dedicado a realizadores suíços) e o Cinefiesta.  


São 10 dias de cinema espalhados pela cidade. Toda a programação, bilhetes e informações úteis podem ser consultadas em portopostdoc.com

Mais artigos

  • Ágora - Cultura e Desporto do Porto


    Atualizado pela última vez 2022-11-04