Fonte: Paisajes Para No Colorear, All rights reserved

Sobre

Na sua sexta edição, o MEXE propõe-se “reinventar a forma de estarmos juntos para vivermos o risco de voltarmos a ser humanos”. O Encontro Internacional de Arte e Comunidade está de volta à cidade e ao Teatro Carlos Alberto, elegendo o “risco” como tema. Ideia que atravessa “Paisajes Para No Colorear” da companha chilena La Re-Sentida, espetáculo que resultou de um longo processo de recolha de depoimentos de mais de cem raparigas vítimas de atos de violência. Em palco, nove adolescentes chilenas partem de casos reais para interpretar o mundo e a brutalidade que testemunharam ou vivenciaram. Compõem o retrato de uma sociedade que interiorizou e normalizou a violência de género, procurando superar as injustiças e desigualdades numa revolução cultural sem precedentes. Com encenação de Marco Layera, estas “Paisajes Para No Colorear” completam-se com “Tenemos Mucho que Decir”, oficina onde o coletivo La Re-Sentida se propõe explorar os mundos subjetivos de cada participante, as suas experiências imediatas, referências, preocupações, necessidades e imaginários. Objetivo? Descobrir, através de expressões teatrais, um suporte de manifestação social e ideológica que possa ser traduzido num contributo efetivo para o grupo de participantes e para a comunidade onde atuam.

Quando

Sábado, 18 Setembro 2021 19:00-20:30

Galeria

  • Preço
    10€
  • Promotor
    Marco Layera
  • Audiência Alvo
    Adultos (19-64)Séniores (>65)
  • Visit Porto

    2021-09-15