Fonte: Teatro Municipal do Porto, All rights reserved

Sobre

Manifesto Transpofágico é a transpofagia, da transpologia de uma transpóloga. “Hoje eu resolvi me vestir com a minha própria pele. O meu corpo travesti” Renata “se veste” com seu próprio corpo para narrar a historicidade da sua corporeidade. “O meu corpo veio antes de mim, sem eu pedi. Ele é mais velho do que eu”. Renata se alimenta da sua “transcestralidade”. Come-a, digere-a. Uma transpofagia. “Da minha história ou minhas histórias ou nossas histórias, a maioria são iguais”. Renata narra a construção social e imagética do corpo transgénero, a sexualização, os estereótipos, a transfobia estrutural, a criminalização, o encarceramento em massa, a violência, a patologização que permeia esses corpos, como o dela. A vivência Travesti. Nos convida a olhar, a observar, a ver seu corpo Travesti. Nos traz ele em primeira pessoa. O Corpo Travesti como um experimento, uma cobaia. É uma Travaturgia, uma escrevivência. Um manifesto de um Corpo Travesti. Letreiro pisca TRAVESTI. TRAVESTI. TRAVESTI. — Renata Carvalho

Quando

De Sexta-feira, 14 Maio 2021 21:00 a Domingo, 16 Maio 2021 21:00

Galeria

  • Preço
    3.50€
  • Promotor
    FITEI | Teatro Municipal do Porto
  • Audiência Alvo
    Adultos (19-64)Séniores (>65)
  • Visit Porto

    2021-05-06