Fonte: Plínio Dal Farra, All rights reserved

Sobre

A partir da justaposição de vários “quadros” do mundo, Alexandre Dal Farra e Patrícia Portela formam uma paisagem de memórias e de imagens das últimas duas décadas no Brasil e em Portugal. O coronel Brilhante Ustra, uma emigrante portuguesa, uma Timor-Leste a lutar pela sua independência através da Líder Xanana Gusmão, um cometa Halley que passa e não se vê, são algumas dessas paisagens que, ao relacionarem-se, criam um fio ténue de tensão implicitamente político. Esse fio ténue passa pelo gesto da reconciliação. Com o passado, com o que (ainda) não nos aconteceu, com o mundo de agora, connosco. Esse fio ténue passa por uma promessa de uma Europa que ambos partilham e que nenhum habita ou vislumbra, enquanto proposta moral, conceito cívico, ideia filosófica. Num mundo que caminha para a reabertura de feridas e para extremos irreconciliáveis, é preciso lembrar que a guerra é uma opção real, mas a reconciliação também é uma escolha.

Galeria

  • Preço
    3.50€
  • Promotor
    FITEI | Teatro Municipal do Porto
  • Audiência Alvo
    Adultos (19-64)Séniores (>65)
  • Visit Porto

    2021-04-21