Fonte: José Caldeira / TMP, All rights reserved

Sobre

Há uma visceralidade inquietante e encantatória no BITCHO. Um ser híbrido que engole a própria condição mutante e a expele em espasmos bárdicos e xamânicos. Há uma universalidade agregadora e metamórfica no BITCHO. Uma besta que é gente, a circular entre aspereza e fragilidade, entre sensualidade e repulsa, entre palavras e imagens de outro tempo-hoje. Ancestralidade tornada encontro no meio do caminho de todos os caminhos. Rastos tornados corpo fragmentado e uno. Há um BITCHO que canaliza murmúrios e êxtases. Como se fossem pele. Como se fossem carne. Como se fossem osso. Há um osso que assusta a alma e a acorda em sobressalto. Um osso humanoide, mestiço, nómada, que transita de ser em ser e prepara uma guerra. Há algo que está antes do artifício, da inteligência enformada – Gisela Leal

Quando

De Sábado, 18 Setembro 2021 17:00 a Domingo, 19 Setembro 2021 23:59

Sexta-feira, 17 Setembro 2021 21:00-21:50

Quinta-feira, 16 Setembro 2021 21:00-21:50

Galeria

  • Preço
    7€
    TMP Online: 3.50€
  • Promotor
    Teatro Municipal do Porto
  • Audiência Alvo
    Adultos (19-64)Séniores (>65)Jovens (12-18)
  • Visit Porto

    2021-09-15