Fonte: Bob Lima, All Rights Reserved

Sobre

Esta peça deriva de uma pessoa que eu desenhei como lembrança de um concerto. Dei-lhe o nome de Guintche e, entretanto, cresceu, ganhou uma vida própria, ganhou autonomia, rebelou-se. Guintche é uma palavra da língua crioula cabo-verdiana: é o nome de um pássaro, o nome de uma prostituta, mas também pode representar uma atitude, a de alguém que salta de um evento para o outro, sem coerência nas suas escolhas. Através da sua estrutura contraintuitiva, Guintche responde à escultura em cerca - derrete, solidifica, muda de forma... No entanto, mantém sempre a mesma natureza, ou seja, permanece feita da mesma cerca. - Marlene Monteiro Freitas

Quando

Quinta-feira, 22 Outubro 2020 21:00-22:00

Quarta-feira, 21 Outubro 2020 21:00-22:00

Galeria

  • Preço
    7€
  • Promotor
    Teatro Municipal do Porto | ZDB
  • Audiência Alvo
    Público em Geral
  • Visit Porto

    2020-10-15