Devido ao contexto trazido pela pandemia, a nova peça de teatro da companhia Estrutura foi convertida num objeto artístico digital, onde três mulheres colocam em cena aquilo que são, sem restrições. O espetáculo estreia às 21h00 de 25 de fevereiro (quinta-feira), na sala virtual do Teatro Municipal do Porto (TMP).

 

"F..." é o resultado de uma reflexão conjunta entre três mulheres — Cátia Pinheiro, Patrícia da Silva e Paula Sá Nogueira — que, a partir dos seus corpos, procuram desconstruir a relação da cultura visual com as ideias de feminino, feminilidade, ideal de beleza e objetificação.  

 

Pensado inicialmente para palco, o espetáculo foi transformado num projeto online em formato de vídeo. As três criadoras, que nunca reuniram fisicamente devido à pandemia, abordam conceitos como o lugar da fala, a invisibilidade e o silenciamento das mulheres na criação artística contemporânea e na História da Arte.

 

Estrutura foi fundada em 2009 por Cátia Pinheiro e José Nunes e tem desenvolvido vários espetáculos de teatro e atividades de formação que dialogam com a realidade do pensamento contemporâneo, promovendo a experimentação artística e a lógica colaborativa.

 

Depois da estreia, "F..." permanecerá acessível na sala virtual do Teatro Municipal do Porto até sábado, 27 de fevereiro. O espetáculo é para maiores de 16 anos e os bilhetes custam 3,50 euros.

 

No dia 26 de fevereiro (sexta-feira), às 19h00, será transmitida na página de Facebook do Teatro Municipal do Porto uma conversa com as três criadoras, moderada por Rogério Nuno Costa.

 

Encontram mais detalhes sobre este e outros eventos no site do Teatro Municipal do Porto.

Mais artigos

  • Ágora - Cultura e Desporto do Porto


    Atualizado pela última vez 2021-02-23