A exposição “Alberto Giacometti - Peter Lindbergh. Capturar o Invisível” traz, pela primeira vez, a Portugal fotografias inéditas das obras do artista plástico suíço, Alberto Giacometti, realizadas pelo fotógrafo alemão Peter Lindbergh. Fica patente no MMIPO - Museu e Igreja da Misericórdia do Porto até dia 24 de setembro.


O conhecido fotógrafo partiu de uma seleção dos trabalhos de Giacometti, entre bronzes e desenhos, que são apresentados ao lado das suas fotografias.


“Esse confronto dá a oportunidade de mostrar o diálogo muito íntimo que ocorreu entre o fotógrafo e as obras do escultor, ao mesmo tempo que revela inúmeras semelhanças nas suas formas de apreender a representação da realidade, embora que com duas expressões artísticas distintas”, assinala o Museu da Misericórdia do Porto.


A ideia partiu de um convite que a Fundação Giacometti em Paris lançou a Peter Lindbergh, em 2017, sabendo que o fotógrafo, desde jovem, era fascinado pelo trabalho e pela personalidade de Alberto Giacometti.


“Com forte ênfase em close-ups e impressões grandes, Lindbergh descobre, através da fotografia, aspetos das esculturas de Giacometti impossíveis de perceber a olho nu. Associando obras de diferentes períodos nas suas composições, o fotógrafo estabelece um diálogo através de períodos e estilos”.


Até agora apenas em exibição no Instituto Giacometti, em Paris, a exposição, que conta com o apoio da Taylor’s, pode ser visitada no MMIPO até ao dia 24 de setembro.


+ info: Museu da Misericórdia do Porto

Mais artigos

  • Câmara Municipal do Porto


    Atualizado pela última vez 2021-07-01