Candidatar as grandes pontes metálicas em arco da Europa a Património Mundial da Humanidade é o pretexto para esta nova aventura, que junta 23 equipas numa viagem com mais de seis mil quilómetros por nove países europeus, ao longo de 16 dias. Porto e Vila Nova de Gaia voltam a acolher a caravana a 4 de setembro. 

 

O Six Bridges Rally sai para a estrada a 27 de agosto, com partida da Alemanha, e leva 23 equipas, distribuídas por 22 carros (dois deles elétricos) e uma moto, numa viagem pelas maiores pontes em arco da Europa. Um périplo que passa por Portugal, França e Itália, mas também pela Alemanha, Suíça, Lichtenstein, Espanha, Luxemburgo ou Bélgica. 

 

O objetivo desta iniciativa é dar mais um impulso à proposta conjunta de elevar mais cinco pontes metálicas a Património Mundial da UNESCO, tal como já acontece com a Ponte Luiz I (desde 1996). Além disso, esta prova permite ainda conhecer estas grandes obras da engenharia dos finais do século XIX. 

 

As cidades do Porto e de Vila Nova de Gaia voltam a estar na rota desta iniciativa, depois de terem acolhido a primeira edição em setembro de 2021. Sem qualquer vertente competitiva, os participantes do Six Bridges Rally têm apenas de cumprir o itinerário sugerido pela organização a cada etapa. A chegada da caravana ao Porto está prevista para 4 de setembro, entre as 16h e as 18h, e passará pelas Pontes Maria Pia e Luiz I.

 

Este projeto conjunto engloba, além da Ponte Maria Pia, mais quatro travessias ferroviárias: a ponte Müngstener (em Solingen, Alemanha), a ponte San Michele (em Paderno, Itália), a ponte de Garabit (em Ruynes-en-Margeride, França) e o viaduto ferroviário de Viaur (em Tauriac-de-Naucelle, França). 

 

Six Bridges Rally tem final previsto para o dia 11 de setembro, na cidade alemã de Soligen. 

 

Mais informações sobre este evento podem ser consultadas na página oficial da prova. 


Texto: José Reis

Mais artigos

  • Ágora - Cultura e Desporto do Porto


    Atualizado pela última vez 2022-08-26