Mercado da Alegria 

Até 25/09/2022

O Mercado da Alegria regressa para mais um dia de muita animação e de boas compras, das 9 às 19 horas, entre as sombras frescas do frondoso Jardim do Passeio Alegre. Porque não recebe só emprestado o nome do recinto que o acolhe, o evento prima pela simpatia dos vendedores, aliado à qualidade dos produtos comercializados, sejam eles de cariz artesanal, peças de joalharia e bijuteria, acessórios de moda, peças de decoração, ou produtos da terra e regionais. Tudo com respeito pelas medidas preventivas para a COVID-19, como não poderia deixar de ser. Com uma localização privilegiada na antecâmara das praias do Porto, o Mercado da Alegria recebe a brisa do mar, sendo um ótimo refúgio nas horas de maior calor. O Mercado da Alegria reúne o trabalho de dezenas de artesãos e vendedores locais, com uma vasta gama de produtos apresentados. O Mercado da Alegria está sempre dependente de condições climáticas favoráveis, uma vez que decorre ao ar livre. 

Ai Weiwei: Entrelaçar

Até 09/07/2022

12 €

Ai Weiwei (Pequim, 1957) é um cidadão global, artista, pensador e ativista que recorre na sua obra a vários modos de análise e produção, dependendo do rumo e dos resultados da investigação que o ocupa no momento. Desde as posições iconoclastas perante a autoridade e a história — que incluíram o tríptico Dropping a Han Dynasty Urn [Deixando cair uma urna da Dinastia Han], 1995, e uma série de fotografias intitulada Study of Perspective [Estudo de perspetiva], (1995 - 2011), em que mostra o dedo do meio a símbolos do poder — a sua produção diversificou-se, passando a abranger arquitetura, arte pública e performance. Para além de considerações de forma e de protesto, atualmente Ai Weiwei mede a nossa existência segundo a relação com as forças económicas, políticas, naturais e sociais, unindo destreza oficinal e criatividade conceptual. Símbolos universais de humanidade e comunidade, como bicicletas, flores ou árvores, assim como os eternos problemas de fronteiras e conflitos são reformulados e potenciados através de instalações, esculturas, filmes e fotografias, ao mesmo tempo que continua a pronunciar-se publicamente sobre questões que acredita serem importantes. Ele é uma das mais proeminentes figuras culturais da sua geração e um exemplo da liberdade de expressão, tanto na China como internacionalmente. As obras em exposição — Iron Roots [Raízes de ferro] (2019) e Pequi Tree [Pequi vinagreiro] (2018 - 2020) — fazem parte de um corpo de trabalho que reflete o interesse e a preocupação de Ai Weiwei com o ambiente e, mais especificamente, com a desflorestação da Mata Atlântica brasileira. A exposição em Serralves, foi concebida especificamente para o Parque e para a sala central do Museu.

Reservatório

Até 30/07/2023

4 €

A estação 1 revela a história da lacuna, em vez da história do preenchimento. Fragmentos e mais fragmentos são convocados para narrar momentos que indiciam existências deste e de outros tempos. Materiais de distintas épocas convivem com dispositivos audiovisuais e diferentes tipologias de imagem, para nos dar a conhecer como PortuCale, a cidade que deu nome a Portugal, se fez Porto.

Mark Bradford

Até 19/06/2022

12 €

Mark Bradford (Los Angeles, 1961) é atualmente reconhecido como um dos nomes que melhor definiu a pintura das duas últimas décadas, concebendo a sua própria linguagem pictórica para falar de temas universais, como a distribuição do poder nas estruturas sociais e o seu impacto no indivíduo ou a relação entre arte e envolvimento comunitário. No seu trabalho, o elemento social é dado através da sua escolha de materiais. Recorrendo a materiais do quotidiano e a ferramentas que se encontram em lojas de ferragens, Bradford criou uma linguagem artística única. Frequentemente designado como “abstração social”, o seu trabalho baseia-se no entendimento de que todos os materiais e técnicas estão impregnados de um significado que antecede o seu aproveitamento artístico. O seu estilo próprio evoluiu a partir da experimentação com materiais para permanentes, os papéis pequenos e translúcidos usados em cabeleireiros, mas desde então alargou-se a outros tipos de papéis, incluindo mapas, outdoors, cartazes de cinema, livros de banda desenhada e anúncios comerciais de rua que publicitam serviços predatórios em bairros economicamente frágeis. Através desta abordagem rigorosamente física à presença material da pintura, Bradford tem tratado questões cruciais do nosso tempo, como a epidemia de SIDA; a representação deturpada e o medo da identidade queer e homossexual; o racismo sistémico nos Estados Unidos; e mais recentemente, a crise decorrente da Covid-19.

Arquivo Perpétuo

Até 10/07/2022

12 €

Arquivo Perpétuo: as publicações e os projetos editoriais de Hans-Ulrich Obrist. “Arquivo perpétuo:As Publicações e Projetos Editoriais de Hans Ulrich Obrist” é uma exposição dedicada ao arquivo de publicações sediado em Chicago, do curador Hans Ulrich Obrist, que é Diretor Artístico das Serpentine Galleries em Londres. A exposição comporta uma série de módulos que abordam o cruzamento de documentos e as suas histórias: as pessoas, os acontecimentos e as instituições que todos contribuíram para a sua concretização. A exposição também questiona, através da metáfora e de outras representações, os diversos comportamentos de um arquivo: a sua fragilidade e instabilidade, a sua relação com outros arquivos, bem como as suas várias lacunas históricas. Uma componente central da mostra é uma série de vitrinas que examinam não apenas a arquitetura histórica da vitrina e a sua relação com o “Wunderkammer”, mas também as possibilidades conceptuais que as vitrinas impõem através das suas restrições físicas. “Arquivo perpétuo” também inclui uma história do próprio arquivo - um arquivo do arquivo - que documenta a forma como foi mudado ao longo do tempo relativamente ao contexto de ferramentas tecnológicas e conhecimento humano.

O Princípio da Incerteza

Até 05/06/2022

12 €

A parceria de Manoel de Oliveira e Agustina Bessa-Luís é um dos capítulos mais intrincados da já de si emaranhada história das adaptações cinematográficas de textos literários. Sendo a todos os títulos um caso ímpar no que toca a afinidades e desavenças entre literatura e cinema e tendo dado origem a realizações não menos singulares, as interseções entre as obras dos dois autores são cruciais para o entendimento da obra de cada um deles. Iniciada em 1981, com a adaptação do romance Fanny Owen (1979) no filme Francisca, a colaboração de Oliveira com Agustina prolonga-se até 2005, data da realização de Espelho Mágico, que adapta A Alma dos Ricos (2002). Pelo meio existem outros oito textos da escritora que habitam a obra do realizador, onde se incluem três romances, dois diálogos, uma peça de teatro, um conto e um discurso lido pela própria Agustina. Para pensar estas relações entre literatura e cinema afigurou-se útil trazer para a exposição todo um vasto leque de saberes, científicos, para-científicos, e outros ainda mais obscuros, porque só eles podem iluminar uma área do conhecimento feita essencialmente de intuições e de paradoxos, de inversões de sentido e de perplexidades. O choque entre palavras e imagens, entre romances e filmes, apela a outros confrontos, que procurámos explorar na exposição, e abre um espaço intersticial, lugar do estético e do simbólico, onde todos esses saberes antigos ou modernos são convocados. Os termos deste diálogo consubstanciam, provavelmente, o consórcio mais fecundo das artes e das letras portuguesas dos últimos cem anos.

Joan Miró - Signos e Figuração

Até 02/10/2022

12 €

A Coleção Miró, propriedade do Estado Português, cedida ao Município do Porto e depositada na Fundação de Serralves, é composta por 85 obras e engloba pinturas, esculturas, colagens, desenhos e tapeçarias do famoso mestre catalão. A Coleção abrange seis décadas de trabalho de Joan Miró, de 1924 até 1981, constituindo assim uma excelente introdução à sua obra e às suas principais preocupações artísticas. A exposição acontece na sequência da conclusão das obras do projeto de recuperação e adaptação da Casa de Serralves, assinado pelo Arquiteto Álvaro Siza, que contou com o apoio da Câmara Municipal do Porto, nos termos do protocolo que define as condições de depósito da Coleção Miró em Serralves. Joan Miró (1893—1983), um dos grandes “criadores de formas” do século XX, foi simultaneamente um “assassino” estético que desafiou os limites tradicionais dos meios em que trabalhou. Na sua arte, as diferentes práticas dialogam entre si, cruzando os meios: a pintura comunica com o desenho; a escultura seduz os objetos tecidos; e as colagens, sempre conjugações de entidades díspares, funcionam como princípio maior ou matriz para a exploração das profundezas do real. Esta exposição não segue um formato cronológico ou linear: as obras estão agregadas tematicamente, tentando dar uma visão holística do percurso do artista. As várias salas abordam diferentes aspetos da sua arte: o desenvolvimento de uma linguagem de signos; o encontro do artista com a pintura abstrata que se fazia na Europa e na América; o seu interesse pelo processo e pelo gesto expressivo; as suas complexas respostas ao drama social dos anos 1930; a inovadora abordagem da colagem; o impacto da estética do sudoeste asiático na sua prática do desenho; e, acima de tudo, a sua incessante curiosidade pela natureza dos materiais.

Metamorfoses: Imanência Vegetal, Mineral e Animal no Espaço Doméstico Romântico

Até 31/12/2023

4 €

METAMORFOSES foca-se na profusão e no processo de integração do imaginário e da temática vegetal, mineral e animal no espaço doméstico romântico, trazendo para as salas da Casa da Quinta da Macieirinha um amplo número de peças, algumas anteriormente mostradas no antigo Museu Romântico e noutros espaços do Museu da Cidade, outras nunca antes expostas, evidenciando a indiscutível qualidade e diversidade das coleções municipais. Esta montagem marca, igualmente, o começo da evocação do centenário da morte da artista portuense Aurélia de Souza, momento central da programação em 2022/23. O célebre autorretrato da artista enquanto Santo António, realizado em torno de 1902, integrará a nova montagem que reúne pintura, mobiliário, tapeçaria e têxteis, cerâmica, louças e prataria, assim como outros surpreendentes núcleos da coleção como os conjuntos de leques, papéis recortados e de malacologia.

Drawn 1975-1993

Até 18/09/2022

12 €

Leonilson foi um dos grandes expoentes de um movimento da arte brasileira que ficou conhecido como Geração 80. Após o final da ditadura militar em meados dos anos 1980, este grupo de artistas celebrou a sua recém-adquirida liberdade com um estilo de pintura gestual, colorido e expressivo. Enquanto na mesma década a arte pop americana se apropriava dos símbolos de uma sociedade industrial, as obras da Geração 80 criticavam abertamente a sociedade. Nascido em 1957, Leonilson estudou arte em São Paulo entre 1978 e 1981. Para além de Eva Hesse e Blinky Palermo, dois artistas que conheceu pessoalmente durante as suas viagens pela Europa, a sua principal influência artística foi a transavanguarda italiana. Surgido em finais dos anos 1970, este movimento ficou marcado pelo regresso à figuração, à mitologia antiga e a um intenso uso da cor. Nesta mesma linha, as pinturas e desenhos de Leonilson deste período apresentam um subjetivismo eclético e uma linguagem visual emblemática. Uma exposição de têxteis da seita cristã americana Shakers assinala um momento-chave do início da carreira do artista: os mapas bordados dos Shakers influenciam-no enormemente e inspiram-no a adotar o têxtil como meio artístico. Em 1991, após ter sido diagnosticado com SIDA, a sua linguagem visual muda significativamente: entre 1991 e 1993 o seu trabalho apresenta características diarísticas, revelando a deterioração da sua saúde e deixando transparecer a sua preocupação com a morte. Na fase final da sua vida, Leonilson já só era capaz de trabalhar com tecido, agulha e linhas. Neste período, a linguagem e a abstração detêm um papel preponderante no seu trabalho, assim como elementos religiosos, formais e visuais. O Museu de Arte Contemporânea de Serralves orgulha-se de poder apresentar a primeira grande retrospetiva da obra do artista brasileiro Leonilson em Portugal. A mostra reúne uma seleção de mais de 250 trabalhos num amplo espectro de meios e estilos, desde as primeiras pinturas até aos bordados introspetivos dos últimos anos do artista, dando um panorama geral de toda a sua obra.

Gil Delindro

Até 29/05/2022

12 €

Inserida no programa anual do Parque de Serralves, esta exposição apresenta duas obras do artista Gil Delindro, “Fictional Forest” e “Burned Cork – Resilience”, onde as condições materiais e culturais que se impõem à vida (e à morte) de árvores e florestas se apresentam como centrais e simbólicas de uma dialética complexa entre conceções do "natural" e do "humano". A exposição procura assim expressar a relação construída entre o processo artístico e a ciência, uma oportunidade de diálogo para a sustentabilidade, atravessado pela poesia. Deste processo faz parte a construção de novas identidades dos espaços, imaginados e/ou construídos do Parque, recursos singulares que desafiam a comunidade educativa a ativar a resposta à emergência ambiental. Gil Delindro (1989, Portugal) é um artista sonoro e visual com reconhecimento internacional pela pesquisa ambiental site-specific que desenvolve, nomeadamente em lugares e paisagens desafiadoras, em comunidades isoladas, muitas vezes sujeito a condições geológicas e climatéricas extremas, isto um pouco por todo o mundo. Entre eles incluem-se lugares no Deserto do Saara, na Floresta Amazónica do Brasil, na Sibéria, no Glaciar do Rhone, nos vulcões de Auvergne ou em aldeias remotas do Vietname. A prática artística de Gil Delindro baseia-se numa pesquisa que explora ligações entre ecologia, geologia, antropologia e acústica. As suas peças traduzem em paisagens sonoras espacializadas estados efémeros da matéria orgânica (como do solo e da madeira), de detritos geológicos ou da água. Estas esculturas sonoras transportam em si os efeitos imprevisíveis do tempo, clima, erosão e condições atmosféricas externas, em contraponto com dispositivos acústicos fabricados. Delindro reflete assim as tensões contemporâneas entre humanos e um planeta com um ambiente em rápida mudança, questionando de que formas pode a perceção humana da “Natureza” ser desafiada.

Waters' Witness / O Testemunho das Águas

Até 28/08/2022

12 €

Tarek Atoui, artista e compositor eletroacústico, trabalha em composições de grande escala que resultam de uma investigação antropológica, etnológica, musicológica e técnica. As suas exposições cruzam instalação, performance e ensinamentos em processos que se afastam da noção convencional de performance — tanto do ponto de vista do performer como do público — e que sugerem formas visuais, auditivas, táteis e somáticas de experienciar o som. Esta primeira exposição em Portugal é parte do projeto I/E, em curso desde 2015, no qual Atoui regista os sons de cidades portuárias — Atenas, Abu Dhabi, Singapura, Beirute ou o Porto -, gravando as atividades industriais, humanas e ecológicas dos seus portos. Trabalhando em parceria com Eric La Casa, artista e especialista em gravação de som, escutam os sons abaixo da superfície do mar ou dentro de materiais como metal, pedra e madeira. Em Waters’ Witness, as gravações áudio dos portos de mar de Atenas, Abu Dhabi e Porto são reproduzidas através de materiais escolhidos para cada uma das localizações: blocos de mármore de Atenas, vigas de aço de Abu Dhabi e estruturas de madeira que albergam composto, vermes e material orgânico, especificamente produzidas para a apresentação em Serralves. O trabalho com material orgânico em decomposição conduz Waters’ Witness numa direção até agora inédita: uma ecologia acústica que recebe e perpetua sons residuais através das fronteiras audíveis de um mundo em fluxo. Esta paisagem sonora única estende-se da sala central do Museu até ao Parque sob a forma de constelações sonoras, plataformas e sistemas de som, ativados ao longo de todo o período de permanência da exposição em performances programadas, workshops colaborativos e oficinas educativas.

Banksy: Génio ou Vândalo?

Até 04/09/2022

15 €

BANKSY: Génio ou Vândalo? Aproxima-nos do controverso universo artístico de um dos mais influentes criadores dos últimos anos, através de diferentes áreas temáticas e mais de 70 criações que incluem obras originais, esculturas, instalações, vídeos e fotografias. As peças, provenientes de coleções particulares e com a colaboração da Lilley Fine Art / Galeria de Arte Contemporânea, voltam a ser exibidas em Portugal, pela primeira vez na cidade do Porto. Uma impressionante instalação audiovisual especialmente criada para esta exposição irá acolher os visitantes, revelando pistas sobre o misterioso artista, destacando as suas peças mais importantes e enquadrando a sua carreira invulgar, não sem controvérsia. Entre as obras mais reconhecidas da exposição está a serigrafia original da série “Menina com um balão”, semelhante à recentemente destruída pelo próprio artista em uma ação inédita na Sotheby’s, a leiloeira londrina.

Porto Legends - The Underground Experience

Até 31/07/2022

12 €

"Porto Legends: The Underground Experience" é um evento audiovisual que vai dar a conhecer dez lendas relacionadas com a história da cidade do Porto. O espetáculo será apresentado nas Furnas da Alfândega do Porto. A mais recente criação do ateliê português OCUBO, especialista na realização de projetos de vídeo mapping, estreia nas Furnas da Alfândega do Porto. O espetáculo vai dar a conhecer, através de uma experiência imersiva, dez lendas relacionadas com a história da cidade do Porto, inspiradas no livro do historiador Joel Cleto, "As Lendas do Porto". O projeto Porto Legends - The Underground Experience contou com 70 atores, 120 figurinos e 30 artistas de vídeo, recorrendo a 50 projetores de vídeo de alta definição, estrategicamente instalados nas paredes, no chão, nos tetos, nas colunas e nos arcos das Furnas da Alfândega do Porto. As dez lendas que constituem o espetáculo são narradas por Pedro Abrunhosa, na versão portuguesa, e pelo galardoado ator britânico Jeremy Irons, na versão inglesa. Ao longo de 45 minutos, serão contadas lendas como as de Pedro Cem, Zé do Telhado, Barrão Forrester, as famosas tripas à moda do Porto, o mistério do Tesouro da Serra do Pilar; o violento Cerco do Porto, o Terramoto de 1755 ou a do fantasma da Estação de São Bento. O público é convidado a circular livremente durante o espetáculo, numa experiência de 360º inédita a nível mundial. Porto.CARD - A NÃO PERDER! Aproveite o Porto.CARD e tenha descontos nas entradas: Bilhete Inteiro: 2€ de desconto / Pack de duas exposições: 3€ de desconto Bilhete reduzido: 1€ desconto /Pack de duas exposições: 1,5€ de desconto

Frida Kahlo, A Vida de um Ícone

Até 11/09/2022

14 €

Frida Kahlo, A Vida de um Ícone é uma biografia imersiva que o leva numa viagem pela vida de uma das artistas mais influentes de todos os tempos. Nesta criação multimédia, entre fotografias históricas e filmes originais, é guiado por diversos ambientes sonoros e artísticos que reproduzem momentos relevantes na vida de Kahlo, mostrando a história por detrás do ícone. A experiência divide-se em dois momentos. No primeiro, percorre diversas instalações artísticas, onde pode vivenciar a realidade virtual e criar um modelo personalizado de Frida. Posteriormente, será imerso num espetáculo audiovisual em 360º pautado por momentos singulares do percurso pessoal da artista. A figura de Frida Kahlo permanece icónica na sociedade moderna. A sua vida, espírito rebelde e talento inspiram enquanto mulher de personalidade forte, singular e fora do seu tempo. A biografia imersiva de Frida Kahlo é apresentada sem reproduções de pinturas da artista com a intenção de dar total destaque à sua experiência vida.

Lente Feminina

Até 22/05/2022

O papel das mulheres que, durante séculos, se circunscreveu ao lar ou à reclusão monástica, teve um novo protagonismo no final do século XIX e início do século XX quando muitos paradigmas foram postos em causa, designadamente a emancipação das mulheres e o seu envolvimento em diversas áreas e atividades da vida social. As alterações políticas e sociais que se seguiram à Segunda Guerra Mundial permitiram transformações profundas, nomeadamente o abandono do estereótipo da mulher como um ser fraco, passivo e dependente. A partir do final da década de 70 do sec. XX, a arte das mulheres – e das fotógrafas mulheres, em particular – passa a ser interpretada e valorizada, não apenas como expressão de singularidade mas como ferramenta de desconstrução do “olhar masculino”. Com o objetivo de mostrar esta evolução, destacamos as preocupações sociais de Doris Ulmann que retratou os trabalhadores afro-americanos nas plantações do sul dos EUA ou Edith Tudor Hart que, enquanto discípula da Bahaus, tinha como objetivo devolver à arte uma missão social. Com II Guerra Mundial, Margaret Bourke-White aparece como a primeira mulher correspondente de guerra, enquanto Sabine Weiss Weber, nos anos 50, foi considerada a Grande Dama da fotografia humanista. Em 1960, Vieira da Silva é retratada pela russa Ida Kar que nunca conseguiu integrar-se no ambiente fotográfico, cada vez mais comercial na década de 60. No final do século o leque fotográfico feminino alarga-se: nos anos 90, temos o registo fotográfico de Cristina Garcia Rodero sobre os ciganos católicos, enquanto que, simultaneamente, nos surge a teatralidade das imagens da fotógrafa-poeta - Flor Garduño. Em Portugal, Helena Almeida, uma das artistas plásticas mais proeminentes da segunda metade do século XX, criou uma obra que atravessa as fronteiras disciplinares e questiona as relações entre o corpo, a obra e o espaço. Esta exposição pretende, assim, homenagear as mulheres fotógrafas representadas na Coleção Nacional de Fotografia, cujas práticas individuais contribuíram para a excelência da narrativa fotográfica e romperam com os conceitos preconcebidos de uma profissão dominada pelos homens.

Dinosauria Experience

Até 20/05/2022

10 €

A Alfândega do Porto vai transformar-se numa autêntica máquina do tempo onde vai poder recuar uns bons milhares de anos. A ‘Dinosauria Experience’, recua até ao final do período Cretácico, qualquer coisa como 66 milhões de anos, e proporcionará aos visitantes a oportunidade de caminhar entre os dinossauros. A ‘Dinossauria Experience’ trata-se de uma exposição de dinossauros animatrónicos, isto é, dispositivos robóticos que simulam o aspeto e o comportamento dos extintos dinossauros. Do rugido à aparência, o objetivo é recriar uma verdadeira aventura jurássica. Os visitantes poderão ver réplicas de espécies de dinossauros como o Tyrannosaurus (T-Rex); Triceratops; Stegosaurus; Ankylosaurus; Pachycephalosaurus; Iguanodon; Protoceratops; Ornithomimus; Brontosaurus; Baryonyx; Deinonychus; Dilophosaurus; Diplodocus; Saltasaurus; Velociraptor; Maiasaura; Spinosaurus; Corythosaurus; Ceratosaurus e o Pterosauria. A exposição conta também com painéis informativos, com pormenores científicos sobre as eras geológicas, teorias sobre a extinção dos dinossauros e dados sobre a recuperação de fósseis. Os mais pequenos podem ainda ter a experiência de serem paleontólogos durante umas horas.

Aulas de skate

Até 31/08/2022

As aulas decorrem todas as segundas e quintas, entre as 17:30 e as 19:30 horas, e todos os sábados e domingos, entre as 10 e as 12 horas no Skate Park de Ramalde. Cada aula junta dois professores e um máximo de 20 alunos em simultâneo, sendo que cada participante deverá, preferencialmente, trazer o seu próprio equipamento (prancha e equipamento de proteção). A empresa municipal Ágora fornece a prancha e o capacete a quem necessitar, sendo que está impedida a partilha de equipamento entre os alunos. A inscrição nas aulas é obrigatória a cada semana, devendo os interessados enviar um email para desporto@agoraporto.pt, com o nome, idade (deve ter mais de seis anos e menos de 60 anos) e o dia em que pretendem realizar a aula de skate. Cada utente pode inscrever-se no máximo em duas aulas por semana.

SPIRITUS – A melhor maneira de viajar é sentir

Até 16/10/2022

14 €

Spiritus - A melhor maneira de viajar é sentir é um espetáculo multimédia inovador que transcende as paredes da Igreja dos Clérigos, na cidade do Porto. Esta experiência imersiva explora a música, a luz, a energia e a cor, criando uma atmosfera de poesia visual, sincronia e leveza que preenche toda a arquitetura da Igreja dos Clérigos. Criada pelo OCUBO e inspirado livremente no poema “Afinal, a melhor maneira de viajar é sentir” de Álvaro de Campos, Spiritus desperta o imaginário, a espiritualidade e o mindfulness de cada espectador.

Rito da Primavera

Até 08/05/2022

6 €

O renascimento que representa a Primavera evoca-se neste ciclo em que ganham protagonismo os jovens valores e as novas ideias. Começa com a escolha do vencedor do Prémio Novos Talentos AGEAS, no concerto de finalistas que reúne os músicos e projectos favoritos do público da Casa da Música. Segue-se o ECHO Rising Stars, com cinco recitais que revelam aqueles que poderão ser as estrelas dos palcos da música clássica num futuro próximo. O fim-de-semana que encerra o ciclo é dedicado ao Spring ON!, que pela primeira vez apresenta um conjunto de propostas estimulantes na área do rock alternativo.

Mulheres que fazem barulho

Até 30/09/2022

O que têm em comum Lena D’Água, Ana Deus, Anabela Duarte, Manuela Azevedo ou Xana? Todas elas têm lugar reservado na história do rock nacional e fazem parte do grupo de 15 mulheres cujas carreiras musicais vão ser celebradas na exposição e numa série de eventos paralelos que vão acontecer nos próximos 6 meses. Inaugurada simbolicamente no dia 8 de março – Dia Internacional da Mulher -, na Casa Comum (à Reitoria) da Universidade do Porto, e com entrada livre. Estará patente até 30 de setembro de 2022. Organizada pela Casa Comum e pelo Instituto de Sociologia da Universidade do Porto, esta exposição inédita nasce com o propósito de homenagear “mulheres relevantes do rock português” desde o pós-25 de abril até à atualidade. Para isso, propõe-se a contar as suas histórias através discos, cassetes, roupas, adereços, rabiscos de letras, pautas, baquetas, instrumentos musicais, entre outros objetos marcantes nas respetivas carreiras.

Ajax Et Plures

Até 01/11/2022

Ajax et plures apresenta um conjunto de obras de João Paulo Feliciano dos anos 1990 e 2000 pertencentes à Coleção de Serralves e uma obra inédita concebida para o campus da Universidade Católica Portuguesa no Porto. As obras apresentadas são representativas de momentos distintos do percurso do artista, revelando continuidades e ruturas que marcaram a sua prática artística ao longo dos últimos trinta anos. Se os trabalhos dos anos 1990 gravitam em torno do mundo da música rock e da realidade urbana, as obras de 2004 e 2021 demonstram um interesse pela exploração de fenómenos de perceção e permitem distinguir uma inflexão na relação (de fascínio/rejeição) com a tecnologia. Mantém-se uma constante problematização dos suportes materiais e linguísticos que o artista utiliza como forma de reequacionar a nossa relação com o mundo, questionando pressupostos dos tradicionais géneros artísticos à luz de diferentes aspetos da cultura popular. A sua atitude irónica e provocadora, a vontade de implicar o espectador na significação da obra, e, sobretudo, o seu insaciável apetite pela experimentação revelam-se transversais ao diverso corpo de trabalho de João Paulo Feliciano. As obras são apresentadas em diferentes espaços do campus da UCP – Porto, no Edifício das Artes e no Edifício de Restauro.

Visita Orientada ao Museu da Cidade

Até 05/10/2022

4 €

De terça a sexta, às 12h30, os monitores do Museu da Cidade orientam visitas com a duração de 30 minutos, mediante a aquisição de bilhete.

H4NDS DUO

03/05/2022

6 €

Um recital de piano a quatro mãos em torno da fantasia e da dança. António Luís Silva e Tiago Nunes lançaram em 2021 um disco evocativo da liberdade ansiada pelos artistas limitados pela pandemia. O repertório é uma homenagem à resiliência daqueles que se viram impedidos de percorrer o mundo neste período, abordando uma diversidade de geografias numa sugestiva viagem que se tornou impossível durante tanto tempo. O programa, já gravado em disco, junta em palco dois amigos de longa data e explora a ideia de fantasia enquanto expressão intelectual de liberdade, e de dança enquanto manifestação de liberdade pelo movimento.

Ballet Trockadero de Monte Carlo

04/05/2022

18 €

A mais fascinante companhia de bailado do mundo está de regresso a Portugal com um novo espetáculo. Composta só por homens. Sim, não há mulheres na companhia, eles dão conta de todos os papéis! Os “Trocks” aliam a mestria da dança com o humor, fazendo o público esquecer que só há homens em cima do palco aos... primeiros minutos. Les Trocks, nome carinhoso pelo qual é conhecida esta companhia, nasceu há 45 anos, off-broadway, e rapidamente conquistou a ribalta com a apurada técnica e graciosidade de movimentos dos seus bailarinos. No seu repertório estão os clássicos, mas também originais, e dançar “em pontas” não assusta!

Candlelight: O melhor de Vivaldi

Até 05/05/2022

25 €

Algumas das obras mais famosas de Vivaldi como nunca antes vistas! Vive uma experiência única à luz das velas num concerto único e exclusivo que alia a delicadeza da música clássica ao romance e mistério. A cargo de um Quarteto de Cordas, e no cenário magnífico do Pestana Palácio do Freixo, poderás assistir a algumas das obras mais conhecidas de todos os tempos num ambiente verdadeiramente intimista. Sentirás que estás a viver um momento mágico!

Amor Adúltero

06/05/2022

18 €

“Mais experiências daquele tipo podiam até matar-me”. As palavras são de Berlioz e referem-se à intensidade vivida aquando das apresentações de Romeu e Julieta, em 1827, durante a temporada dedicada à obra de Shakespeare no Teatro Odéon. A “Cena de Amor de Romeu e Julieta” é retirada da Terceira Sinfonia que o compositor escreveu alguns anos depois desta experiência avassaladora, numa expressão do seu amor por Shakespeare, mas também pela actriz principal Harriet Smithson. Já a partitura de Chausson contará, neste concerto, com a voz da soprano Eduarda Melo para evocar as imagens, os sons e os aromas dos poemas do francês Maurice Bouchor – do mar ao céu e às folhas que ondulam ao vento. A terminar, um poema sinfónico de Tchaikovski para outro amor trágico. “Francesca de Rimini”, oferecida em casamento a um homem culto, mas deformado, apaixona-se pelo irmão deste. Os amantes terminam assassinados e permanecem a rodopiar por toda a eternidade no segundo círculo do Inferno.

Whindersson Nunes

06/05/2022

25 €

Whindersson Nunes está de regresso a Portugal com o seu novo espetáculo que é já um sucesso de público no Brasil e Estados Unidos, e vai agitar o país no dia 6 de Maio no Coliseu Porto Ageas, às 18h30! O Rei da Internet espera por si com muitas histórias sobre a sua vida com seu humor inigualável do jeito que só ele sabe fazer! Realização: Mundo Propício e Nonstop.

Dias com Energia

Até 25/09/2022

A acompanhar a chegada do tempo mais ameno, as aulas do programa municipal Dias com Energia passam a decorrer ao ar livre, todos os fins de semana. O cenário muda, mas mantêm-se as modalidades e a forma de participação. Nos Jardins do Palácio de Cristal, o formato é o mesmo em todos os sábados de manhã: sessão de pilates às 9h, de ioga às 10h e de tai chi às 11h. Já no Parque da Pasteleira e no Parque Oriental, as três disciplinas vão alternando a cada semana. Nas manhãs de domingo passa a haver aulas no Parque da Cidade: tai chi às 9h30 e método DeRose às 11h. Todas as atividades são planeadas e orientadas por profissionais de educação física e são abertas a pessoas de qualquer idade e nível de experiência. A participação é gratuita. Para se inscreverem basta enviar um email para desporto@agoraporto.pt com as aulas que pretende frequentar até as 17h30 de cada sexta-feira.

Mercado Porto Belo 

Até 24/09/2022

Quem visitar a Praça de Carlos Alberto encontrará um dos primeiros mercados de rua a surgir na cidade, com ofertas variadas: discos de vinil, ilustrações, cadernos e livros, cosméticos naturais, bijutaria, mel e massa fresca, chás e ervas aromáticas, cerâmicas, brinquedos de madeira ou artigos de decoração.  O mercado, de acesso livre, tem sempre música ambiente e ainda um pequeno espaço de conforto para os visitantes relaxarem.  Como o evento se realiza ao ar livre, está sempre dependente de condições climáticas favoráveis. 

Mercado do Molhe

Até 25/06/2022

A União das Freguesias de Aldoar Foz do Douro e Nevogilde, empenhada em animar os espaços públicos e dar visibilidade ao trabalho dos artesãos locais e a alguns produtos gastronómicos regionais, promove o Mercado do Molhe. O Mercado é dinamizado por um grupo de artesãos maioritariamente locais que têm como objetivo divulgar a sua atividade: o artesanato nas suas mais diversas formas, bijuteria, vestuário, acessórios de moda, Produtos gastronómicos regionais e gastronomia (apenas uma das bancas será de restauração e bebidas carácter não sedentário – venda de gelados artesanais).

Bioblitz

Até 08/05/2022

Descobre a natureza do Parque de Serralves com a LIPOR. O BioBlitz é um evento pedagógico e científico de referência, no âmbito da educação e sensibilização para o Ambiente, Biodiversidade e Sustentabilidade, que procura dar a conhecer a fauna e flora do Parque de Serralves e promover a consciencialização da comunidade educativa e público em geral para a importância da biodiversidade, através da conexão entre metodologias exploratórias, científicas, artísticas e culturais, na construção de uma narrativa contemporânea para a sustentabilidade, inspirada no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, “Proteger a Vida Terrestre”.

Emanuel Moura - Fado Humorístico

07/05/2022

10 €

Este espetáculo é só para “adúlteros” por isso, se tens menos de 16 anos, desta vez, ainda ficas em casa… Como diz o título, é fado humorístico, mas algumas das letras vêm com “picante e língua afiada”. O objetivo é que todos se divirtam e saiam do espetáculo com uma “barrigada de riso” ou outra coisa qualquer… Este espetáculo recomenda-se a maldispostos, mas os bem-dispostos também podem ir. O resto fica para dia 7 de maio de 2022 às 21h30, no Coliseu Porto Ageas.

Tchaikovski com amor

08/05/2022

10 €

O Romantismo foi um período fixado em amores trágicos e no passado. Óperas, bailados e obras instrumentais partilharam a emotividade extrema da tragédia amorosa. Este concerto da Série Famílias apresenta um poema sinfónico de Tchaikovski inspirado numa história real. Através do recurso colorido a combinações de instrumentos da orquestra, o compositor leva-nos através de uma narrativa amorosa do final da Idade Média italiana, canonizada por autores como Dante e imortalizada em muitas representações artísticas. Um amor que transgrediu as normas sociais da época e terminou em desgraça. Paixão, tragédia e castigo num percurso guiado pelo poeta florentino e pelo compositor russo às profundezas do Inferno.

Gaudeamus | Alegria para a Europa

09/05/2022

15 €

A 9 de maio, Dia da Europa, o maestro António Victorino d’Almeida apresenta uma obra ambiciosa que celebra a união no espaço europeu. “Gaudeamus – Alegria para a Europa” é um ciclo de 30 canções originais cantadas pela soprano portuense Ana Maria Pinto e interpretadas por uma orquestra de câmara de 14 elementos, com duas particularidades: a primeira é a composição de uma canção nova e especial para a Ucrânia; a segunda é que cada canção é um poema de cada um dos 27 países da União Europeia, mais a Inglaterra, a língua gaélica (Irlanda) e o dialeto flamengo (Bélgica). Para a canção em português foi escolhido um poema de Sophia de Mello Breyner Andresen. Aos 80 anos – a mesma idade do Coliseu – aquele que é um dos mais prestigiados compositores portugueses em atividade apresenta-nos um espetáculo que representa um muito necessário abraço fraterno e de amor a todos os povos e culturas que constituem a União Europeia, numa altura em que a guerra volta a ser tema do dia. Sob o tema da “alegria”, este é um concerto que transcende o conceito de obra musical já que congrega a poesia e a música, mas também um conceito filosófico-ideológico acerca de uma Europa irmanada em valores e em ideais, reafirmando, realçando, exaltando e valorizando as diferenças culturais, sociais e sociológicas dos povos e das nações que a constituem.

Stacey Kent – Songs from other places

09/05/2022

30 €

Stacey Kent apresenta o seu último álbum de estúdio, “Songs From Other Places”, uma colecção cativante e ecléctica de duetos de voz e piano com o acompanhamento do extraordinário pianista Art Hirahara. A ideia para este álbum germinou quando “I Wish I Could Go Travelling Again”, escrita para a cantora por Kazuo Ishiguro (Prémio Nobel da Literatura) e pelo seu marido e colaborador de longa data, Jim Tomlinson, se tornou a música mais comentada e solicitada nas redes sociais. “Songs From Other Places” inclui canções de Paul Simon, Jobim, Weil e Gershwin, Lennon e McCartney, Stevie Nicks, além de dois novos originais de Tomlinson/Ishiguro.

Candlelight: Clássicos do rock

Até 06/07/2022

15 €

Os grandes clássicos do rock como nunca antes vistos! Vive uma experiência única à luz das velas num concerto único e exclusivo que alia a delicadeza da música clássica ao romance e mistério. A cargo de um Quarteto de Cordas, e no imponente Ateneu Comercial do Porto, poderás assistir a algumas das músicas de rock mais conhecidas de todos os tempos num ambiente verdadeiramente intimista. Sentirás que estás a viver um momento mágico! Programa: - Thunderstruck - AC/DC - Paint it black - Rolling Stones - Kashmir - Led Zeppelin - Nothing Else Matters - Metallica - Wish you were here - Pink Floyd - Bohemian Rhapsody - Queen - Crying - Aerosmith - Smoke on the water - Deep Purple - Always - Bon Jovi - Space Oddity - David Bowie - With or Without you - U2 - Under the bridge - Red Hot Chili Peppers - Come as you are - Nirvana - Everlong - Foo Fighters

Anavitória

11/05/2022

15 €

O maior fenómeno do momento na MPB está de volta a Portugal: o duo de Ana Caetano e Vitória Falcão, que recentemente recebeu a sua sétima nomeação para o Grammy Latino. As cantoras do êxito “Trevo” concorrem este ano com o álbum “Cor”, na categoria de melhor álbum pop contemporâneo em língua portuguesa, e também com “Lisboa” na categoria de melhor canção em língua portuguesa. Todos os quatro álbuns já lançados desde o início da carreira de Anavitória foram nomeados para o Grammy, com vários prémios alcançados. No Brasil, acumula números impressionantes: são as segundas maiores artistas do género pop em streamings no Spotify e já acumulam mais de 1,5 mil milhões de plays.

God is an astronaut

13/05/2022

22 €

Em 2022 celebra-se o 17.º aniversário do seminal disco “All is Violent, All is Bright”, dos irlandeses “God is an Astronaut”. Um trabalho que se tornou um marco da cultura post-rock feita na Europa (tal como “Young Team” dos Mogwai, por exemplo) e que gerou uma nova fase na vida da banda. “All is Violent, All is Bright” foi apresentado pela primeira vez em Portugal em 2006, quando da primeira digressão da banda por cá (acompanhados pelos então desconhecidos Linda Martini). Regressa agora para tocar na íntegra o disco histórico, seguido pelo seu novo álbum “Ghost Tapes #10”, celebrando assim os 20 anos da banda.

Pontes de Vista

Até 04/06/2022

Porque a vida é melhor quando partilhada, decidimos fazer do “desconhecido” união. Através do nosso ponto de vista, criamos uma exposição com a temática das pontes do Porto para edificar no papel a magia que honramos em fotografia. Captar monumentos e partilhá-los é a nossa paixão! A exposição conta com a presença dos artistas Sérgio Carvalho, Paulo Camelo, Bruno Sousa, Mário Eloi, Sónia Ricardo, Pedro Sá e Paulo Alves. Esta exposição de fotografia tem lugar na Domus Arte, uma loja de artesanato português e exposição de arte, na Rua da Bainharia, junto à Sé do Porto, podendo ser visitada até dia 4 de junho.

Disney in Concert

14/05/2022

18 €

Celebre a magia do mundo encantado da Disney interpretado pela Lisbon Film Orchestra. O Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota vai transformar-se em anfiteatros mágicos, onde os clássicos temas da Disney resgatam do nosso imaginário sonhos, emoções e fantasias, num espetáculo musical único dirigido pelo Maestro Nuno de Sá. Os temas dos nossos heróis O Rei Leão, A Pequena Sereia, Piratas das Caraíbas, Mary Poppins, A Bela e o Monstro, Aladdin e Frozen, entre outros, são as grandes estrelas deste espectáculo, tocados por 55 músicos, acompanhados por 4 cantores, sincronizados com as imagens dos famosos filmes da Disney projectadas na tela, proporcionando um espetáculo encantador para toda a família e fãs do mundo mágico da Disney.

Inaugurações Simultâneas de Miguel Bombarda

14/05/2022

A animação está de volta a Bombarda! O terceiro ciclo de Inaugurações Simultâneas em 2022 apresenta novas obras de arte contemporânea às galerias e coleções aos espaços expositivos, comerciais e alternativos do quarteirão. As inscrições para as visitas guiadas estão disponíveis e haverá animação na Rua de Miguel Bombarda: - 16h30-17h30 (na zona pedonal que cruza com a Rua de Cedofeita) - Concerto PopUp Vozes Portáteis; - 16h-20h (na zona pedonal que cruza com a Rua da Boa Nova) - Performance "Street Mime" – Mr. Milk; “Workshop para massajar a imaginação” – Catarina Gomes; Workshop colaborativo de ilustração e colagens "Corta e Cola Existencial" – Helena Rocio Janeiro. As visitas guiadas às galerias também estão de regresso, às 16h e às 17h30, sendo conduzidas pelos alunos de Artes Visuais da ESE (Escola Superior de Educação). As inscrições são gratuitas e terão que ser feitas para o email stopandgo@agoraporto.pt.

Amor Fraternal

14/05/2022

14 €

Aos 13 anos, Jörg Widmann deixava rascunhos de música na mesa da cozinha e pedia à sua irmã mais nova, Carolin, para experimentar algumas técnicas não tradicionais no violino. A resposta era frequentemente a mesma: “és louco”. Décadas depois, ambos se tornaram músicos requisitados no mundo inteiro, figuras fundamentais da cena contemporânea. Apresentam-se juntos na Casa da Música para interpretar o segundo Concerto para violino e orquestra - Jörg na qualidade de maestro e Carolin como solista. Nele, o compositor explora os inúmeros timbres e cores do violino, instrumento considerado pelo próprio como o “porta-voz das mais diversas emoções humanas”. O programa completa-se com a Quinta Sinfonia de Mendelssohn, escrita para o 300.º aniversário da Confissão de Augsburgo e que se serve da melodia do coral luterano “Ein feste Burg ist unser Gott” - também usada por J. S. Bach, 100 anos antes, para a mesma ocasião.

Tindersticks with orchestra and guests

14/05/2022

18.5 €

Os Tindersticks marcam presença no Coliseu Porto Ageas no dia 14 de maio de 2022 para um concerto especial integrado na digressão dos seus 30 anos de carreira. A acompanhar a banda estará uma orquestra e vários convidados. Os Tindersticks nasceram em 1992 e contam atualmente com os membros originais Stuart Staples (vocalista), David Boulter (teclista) e Neil Fraser (guitarrista) e com as mais recentes inclusões, Dan McKinna (baixista, na banda desde 2007) e Earl Harvin Jr (baterista, na banda desde 2010). Ao longo da carreira, estabeleceram-se como mestres da contenção e da poética emoção humana, desenhando canções densas e melancólicas, cujas texturas e beleza encontraram um lugar especial no coração do público nacional, onde sempre foram acarinhados. Este concerto especial atravessa a já extensa discografia da banda, desde “Tindersticks”, álbum de estreia lançado em 1993, ao mais recente e hipnotizante “Distractions”, lançado em fevereiro de 2021. A banda será acompanhada por orquestra e por vários convidados que marcaram o seu percurso. As canções vão ser tocadas com arranjos completos e fiéis às gravações originais. Stuart Staples e colegas serão ladeados em palco por uma orquestra e por vários nomes bem conhecidos da sua discografia: Lucy Wilkins (violinista em ‘Tindersticks II’ e ‘Curtains’), Calina de la Mare (violinista em ‘Tindersticks II’, ‘Curtains’, ‘Simple Pleasure’, ‘Waiting for the Moon’), Rob Spriggs (guitarrista em ‘Tindersticks II e Curtains’), Sarah Willson (violoncelista em ‘Tindersticks II’, ‘Curtains’, ‘Simple Pleasure’, ‘Waiting for the Moon’, ‘Across Six Leap Years’ e ‘No Treasure but Hope’), Gina Foster (cantora em ‘Across Six Leap Years’, ‘The Something Rain’ e no mais recente ‘Distractions’) e o saxofonista Terry Edwards.

Vitor Kley - A Bolha

15/05/2022

25 €

O tão esperado regresso aos palcos portugueses do cantor brasileiro Vitor Kley num concerto que celebra o seu mais recente álbum "A Bolha" e os seus maiores sucessos – “O Sol”, “Morena”, “O amor é o segredo”, “Menina Linda”.

Violino, olé!

20/05/2022

18 €

A força interpretativa e a versatilidade de Leticia Moreno têm-lhe garantido os aplausos entusiasmados da crítica. A violinista espanhola regressa à Casa da Música para tocar o Concerto n.º 2 de Prokofieff, uma obra que teve estreia em Madrid, em 1935. Numa noite que tem como maestro Alan Buribayev, aclamado especialista no repertório sinfónico russo, a Orquestra Sinfónica apresenta um dos maiores sucessos de Dmitri Chostakovitch e que se tornaria num hino à resistência contra o nazismo: a Sinfonia nº7.

Porto Cello Festival – Cello Express

20/05/2022

15 €

Vignette é o novo projecto de Daniel Bernardes que aqui se junta a João Barradas e Filipe Quaresma para uma viagem pelo cinema português. Mergulhando nos filmes de nomes como Manoel de Oliveira, Paulo Rocha, Pedro Costa, Teresa Villaverde e João Botelho, Daniel Bernardes compôs nova música que junta o seu piano ao acordeão de João Barradas e ao violoncelo de Filipe Quaresma, num concerto onde a música erudita e a improvisação dialogam livremente.

Kama Rasa

21/05/2022

8 €

Supriyia Nagarajan (voz) e Duncan Chapman (electrónica) levam-nos às raízes da música indiana, num concerto com uma componente didática que nos ajuda a entender melhor a cultura daquele país. Fundindo as sonoridades tradicionais e a electrónica contemporânea, o repertório é dedicado à “Kama Rasa” – literalmente, a época do amor.

Miguel Araújo

Até 22/05/2022

25 €

Em 2022 o meu primeiro disco faz 10 anos. Vai um brindezinho? “Miguel Araújo é o melhor compositor-intérprete da sua geração.” – Manuel Falcão (Blitz, O Independente, Expresso, Se7e, Visão, etc) “Um dos melhores fabricantes de canções que o país viu surgir este século” - Expresso “Um tesouro nacional” – Expresso “Uma das mentes mais brilhantes da canção pop-rock portuguesa.” - Time Out

EDP Corrida da Mulher

22/05/2022

15 €

A Corrida da Mulher volta às ruas da cidade! A edição deste ano volta a ter partida e chegada na Alameda das Antas. A partida está marcada para as 10h. O percurso pode ser realizado a correr ou a caminhar e tem uma extensão de 5km. A prova volta a contemplar uma vertente solidária. Por cada inscrição, 1€ reverte para o IPO - Porto e a luta contra o cancro da mama.

Porto Cello Festival – Jazz Express

22/05/2022

15 €

O concerto de encerramento do Porto Cello Festival traz-nos mais uma viagem, desta vez pelo jazz. Tal como na origem do jazz encontrávamos mistura de estilos, temas e culturas diferentes que transformaram este género num dos estilos mais ecléticos de todos os tempos, vamos testemunhar o encontro entre várias personalidades de renome no mundo do jazz que vão trazer ao palco momentos de improvisação e obras da sua autoria, com uma novidade para muito dos ouvintes… O violoncelo no jazz!

Candlelight: Tributo aos Queen

Até 29/06/2022

25 €

As melhores músicas dos Queen, à luz das velas e como nunca antes vistas! Vive uma experiência única à luz das velas num concerto único e exclusivo que alia a delicadeza da música clássica ao romance e mistério. No imponente Ateneu Comercial do Porto, e a cargo de um Quarteto de Cordas, poderás reviver alguns dos grandes clássicos de uma das maiores bandas de rock do planeta num ambiente verdadeiramente intimista. Sentirás que estás a viver um momento mágico!

Martinho da Vila - Juntos e Misturados

26/05/2022

25 €

É hora de estarmos juntos e misturados, com o Sr. Samba! Um concerto com banda completa em palco, que visita os seus maiores sucessos num grande ano para a maior estrela do samba do Brasil com um novo lançamento e com sua escola de samba do coração, a Vila Isabel, o homenageando-o como tema para o Carnaval do Rio de Janeiro em 2022. Será um regresso espetacular à Europa, apresentando-se em alguns de seus palcos mais prestigiados e deixando ainda mais forte a história de amor que Martinho vive com Portugal.

Virtuosismo Triunfante

27/05/2022

18 €

Num concerto de homenagem à importante pianista e pedagoga Helena Sá e Costa, a obra em destaque pertence a um dos seus compositores preferidos, Robert Schumann. O seu Concerto para piano é um dos pontos áureos da música romântica alemã e um exemplo de síntese perfeita entre sensibilidade poética e virtuosismo triunfante. Para o interpretar, a Orquestra Sinfónica conta com o prestigiado Christian Zacharias na direcção e ao piano. Num programa enquadrado por música cheia de brilho e entusiasmo de Otto Nicolai e Johann Strauss II, merecem destaque as “Valsas Nobres e Sentimentais” de Ravel – um adeus à valsa e a todas as suas conotações sociais e históricas, pela pena de uma figura maior da música francesa.

Roupa Nova 40 anos

27/05/2022

30 €

ROUPA NOVA em Portugal! Para celebrar em grande os 40 anos de uma das bandas de maior êxito no Brasil e em Portugal, preparamos para 2022 um inédito e emocionante projeto comemorativo, com participações especiais, sucessos que transcendem barreiras da música, e claro, com uma linda e merecida homenagem a Paulinho. ✨🙏 Tu és o nosso convidado para um espetáculo inesquecível que vai comemorar as quatro décadas de trajetória desta banda incrível, amada e aclamada em Portugal! Esperamos por ti! 👏

Frutorra apresenta I Am Humor - 5ª Edição

27/05/2022

17.5 €

O tão esperado espetáculo de humor a norte está de volta: Frutorra apresenta I AM HUMOR. Os humoristas são já, também, tradição e por isso pode contar com o melhor stand up de Fernando Rocha, Miguel 7 Estacas, Hugo Sousa, João Seabra e a dupla que celebra este ano 20 anos de carreira Quim Roscas & Zeca Estacionâncio. Esperam-se duas horas de boa disposição com as figuras nacionais da comédia que entram diariamente na sua casa através da ficção e televisão nacional. De forma segura, como sempre foi a cultura, os seis artistas vão voltar a animar uma plateia que se espera, à semelhança das quatro edições passadas, esgotada.

Maratona de Teclistas 2022

Até 29/05/2022

2 €

Várias centenas de teclistas distribuem-se pelos diferentes espaços do edifício e mostram a um público entusiástico o talento que têm, contribuindo para a criação de uma atmosfera muito especial. Não é uma novidade, mas todos os anos nos surpreende. Após uma pausa na versão presencial deste evento, em 2022 aguardamos um regresso muito participado às salas da Casa da Música, mas não deixaremos também de ter apresentações vídeo que poderão ser visualizadas em locais pré-definidos da Casa.

Anjos

28/05/2022

28 €

De regresso aos palcos, os Anjos apresentam a Tour Voa a 28 de maio na Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota no Porto. Após as comemorações dos 20 anos de carreira os Anjos encontram-se novamente com os seus fãs para os levar numa viagem ao mundo das emoções com as canções de sempre. Os Anjos são talento, cumplicidade e muito trabalho entre dois irmãos que nos continuam a surpreender. Nestes concertos apresentarão uma retrospetiva dos seus êxitos, onde não faltarão temas como: “Perdoa”, “Ficarei”, “Quero voltar”, “Para longe” ou “Eterno”, música que bateu todos os recordes nas plataformas digitais e conquistou o #1 lugar no top em Portugal. Não vão faltar os mais recentes temas “Tempo” e “Voa”. Duas canções eternas como são os Anjos! Centenas de milhares de discos vendidos, concertos e sempre nas preferências nas plataformas digitais, traduzem o apoio e a vasta legião de fãs a uma das maiores bandas portuguesas. A não perder uma noite inédita com os Anjos.

Nininho Vaz Maia

28/05/2022

18 €

Depois de se estrear ao vivo com dois concertos esgotados, realizados em pontos estratégicos do País, Arena de Almeirim e Parque de Feiras e Exposições de Beja, Nininho Vaz Maia ruma agora ao Coliseu Porto Ageas. O fenómeno Nininho Vaz Maia, o artista que une o Flamenco, o pop e a tradição cigana num estilo único, conquistou inesperadamente os fãs em 2019 com os seus temas originais no YouTube, somando à data de hoje mais de 54 milhões de visualizações orgânicas no seu canal oficial. A receção do público ao disco e ao género musical único que apresenta tem sido estrondosa e prova disso foram os dois concertos de estreia esgotadas e a conquista do disco de ouro, com o trabalho que marca a sua estreia nas edições.

Ópera Spectacular faz tributo a Queen

29/05/2022

35 €

Ópera Spectacular volta com mais um magistral espetáculo e vai continuar fiel ao seu estilo: Inovadora, grandiosa, contagiante e irreverente. Este ano acrescenta uma grande novidade. Um tributo aos Queen em lírico pela primeira vez em Portugal. Ópera Spectacular vai revolucionar a música dos Queen transformando os mais espetaculares sucessos de uma das maiores e mais emblemáticas bandas de sempre, num universo musical semelhante a um concerto de Ópera. As vozes líricas deste projeto vão ao encontro do Rock e dos grandes solos das guitarras elétricas. “A Night at the Opera”, um dos álbuns mais conhecidos dos Queen, traçou uma nova caminhada de abordagem musical da Banda, muito desejada por Freddy Mercury, dada a sua paixão pela música clássica e pela Ópera. Ópera Spectacular vai recriar esse desejo e apresentar uma noite de Ópera em Rock, com o maior atrevimento e arrojo que as grandes obras dos Queen permitem. Não será apenas "La Traviata", "Carmina Burana", "Norma", "Turandot", "Rainha da Noite" ou "Tosca". Será́ tudo isso, e estará igualmente implícito na música dos Queen.