TAP retoma voos no Porto

​A estratégia da TAP em relação ao Porto parece estar, definitivamente, a mudar. Depois de em 2015 a companhia aérea portuguesa, maioritariamente detida pelo Estado, ter decidido extinguir várias rotas a partir do Aeroporto do Porto, concentrando a operação em Lisboa, a nova administração está apostada em inverter o anterior cenário e anunciou novas rotas a partir do próximo ano.

Em julho de 2019, o Aeroporto do Porto terá duas ligações diárias ao centro decisor da União Europeia (Bruxelas). Em setembro do mesmo ano, arranca a rota Porto-Lyon, com dois voos diários; no mesmo mês, a companhia aérea começa também a garantir uma ligação por dia a Munique.

Além das novas rotas, assinale-se o aumento de frequências semanais para Nova Iorque e Madrid. Para a "Big Apple", a TAP afiança triplicar a oferta, já que das atuais duas ligações por semana passará para seis. Por seu turno, a ligação a Madrid reforça com mais nove voos semanais, ou seja, passam de 12 para 19 as operações aéreas entre a Invicta e a capital de Espanha.

Já no próximo mês de outubro, a TAP anuncia que serão introduzidas mudanças na ponte-aérea. Com o principal objetivo de aumentar a pontualidade neste caso específico, "os horários dos voos vão ser otimizados, criando maiores tempos de rotação em terra da aeronave entre voos, dos atuais 30 para 60 minutos, o que só é possível com a adição de mais um avião à frota, que passa a contar com um total de nove aeronaves".

Fruto desta reorganização, o primeiro voo em Lisboa passa a ser às 6 horas em vez das habituais 7 horas, o que perfaz um total de 18 voos por dia em cada sentido.
Segundo a companhia aérea portuguesa, "esta é a maior oferta de voos de sempre no Porto", traduzindo-se em 322 voos por semana, contabilizando-se mais 88 ligações semanais do que aquelas que oferecia em 2015.

Fonte: Porto.pt

Subscrever as atualizações de novas notícias

​Caso pretenda manter-se atualizado acerca de novas “Notícias do Portal de Turismo” subscreva os nossos Feeds RSS:

Os Feeds RSS são enviados em intervalos (após publicação) e aparecem num leitor de RSS, no qual já poderá estar a gerir subscrições de outros tipos de informação, tais como notícias, eventos, etc…

Existem vários leitores, aqui ficam algumas sugestões:

Data notícia 10-09-2018